domingo, 19 de dezembro de 2010

Retrospectiva 2010

Olá pessoal!

Hoje fui aprovado no voo de cheque de multimotor e IFR lá em Porto Alegre. Um ótimo jeito de fechar o ano.

Amanhã começam as férias no Aeroclube de Blumenau e só volto a trabalhar dia 03/01/2011.

Pensando em como foi esse ano de 2010, vejo que ele foi decisivo na minha carreira de piloto.

Uma breve descrição de alguns acontecimentos importantes:

- Dei aula de meteorologia aeronáutica para os cursos de PP e PC no Aeroclube de Blumenau. Foram cinco turmas.

- Deixei o emprego de analista de sistemas na TOTVS, onde trabalhei 7 anos.

- Voltei a dar aula de programação Java em Florianópolis. Foram duas turmas com cada uma durante 4 meses, com aulas aos sábados.

- Dei aula de navegação aérea para o curso de comissários de bordo. Foram duas turmas.

- Chequei o PC visual

- Dei aula de meteorologia aeronáutica para uma turma de pilotos de ultraleve de Itapema.

- Obtive a carteira de Instrutor de Voo de Aviao (INVA)

- Comecei a trabalhar como INVA no Aeroclube

- Fiz o curso de multimotor no ARGS em Porto Alegre

- Vendi minha moto. Sim, horas de voo custam muito caro.

- Chequei o multimotor e IFR.

- Termino o ano com as habilitações MNTE, MLTE, IFR, INVA e 360 horas de voo.

Que venha 2011!

domingo, 17 de outubro de 2010

Levando minha mãe pra voar

Hoje não trabalhei no Aeroclube e aproveitei a folga para levar a minha mãe para voar.

Ela nunca tinha voado comigo e tinha voado só uma vez uns 25 anos atrás.

O tempo não estava aberto, mas deu pra fazer um voo de meia hora sobre Blumenau.

Parece que ela gostou bastante.

Já o meu pai, não tem jeito de ir voar. Morre de medo! :-)

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Primeiro voo com aluno

Olá pessoal!

Hoje quero compartilhar com vocês mais uma conquista na minha carreira na aviação.

Comecei a trabalhar como instrutor de voo no Aeroclube de Blumenau e hoje foi o meu primeiro voo com um aluno.

Foram dois anos de trabalho para chegar até aqui.

Muita gente me chamou de louco de largar um bom emprego para ser piloto.

Gostaria de agradecer a todos que não me deixaram desanimar, principalmente os meus instrutores.

Os meus instrutores foram: Alessandro, César, Davi, Douglas, Hartmann, Heck, Jonas, Lucas, Paveglio, Rabusky, Rauh, Ruy, Serginho e Trentin.

Abaixo, a foto com o Thiago:

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Instrutor de voo checado

Olá pessoal!

Ontem dei mais um passo importante na minha carreira. Fiz o voo de check de instrutor de voo de avião (INVA).

Isso me habilita a dar instrução de voo e espero logo começar a trabalhar no Aeroclube de Blumenau.

Hoje deve ir o processo para a ANAC e em poucas semanas terei a nova carteira.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Primeiro trabalho como piloto comercial

Olá pessoal!

Hoje foi a primeira vez que fiz um voo que não fosse de treinamento depois do check do PC. Comecei a fazer voos panorâmicos no Aeroclube.

Pode não parecer muito, mas esse é o primeiro trabalho remunerado como piloto. E o mais importante é que me confiaram um avião e a segurança de um passageiro.

Voei três horas e meia já no primeiro dia.

E para completar, hoje chegou a minha autorização de check do INVA. Logo poderei anunciar aqui o meu primeiro voo com aluno.

sábado, 24 de julho de 2010

Aprovado na prova teórica do INVA

Ontem, dia 23/07/2010, fui à Florianópolis fazer a prova teórica de INVA (Instrutor de Voo de Avião).

É preciso passar nessa prova para fazer o voo de check do curso de INVA e conseguir a carteira que vai me permitir dar instrução de voo.

A prova estava bem difícil, sendo bem abrangente na matéria. Estudei muito nas últimas semanas e acertei 19 das 20 questões.

Listo abaixo aluns assuntos que me lembro que caíram:

- Comportamento onde não se espera nada em troca: altruísmo
- Quanto tempo uma aeronave pode ficar retida pela polícia, agente alfandegário ou de saúde: 15 dias
- Não lembro das opções, mas caiu uma sobre o papel da ICAO
- Qual o papel das unidades regionais da ANAC
- Algumas questões sobre os princípios de utilização dos recursos audiovisuais
- Uma questão sobre a motivação do aluno
- O que é mais difícil de conseguir numa avaliação subjetiva: objetividade
- Outras questões sobre avaliação e processo ensino-aprendizagem
- Erro de halo e de padrão
- RSO: recomendação de segurança operacional
- Certificado necessário para realizar um voo: certificado de aeronavegabilidade

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Agora a ANAC confirma

Olá pessoal!

A minha habilitação de piloto comercial já entrou no sistema da ANAC.

Agora quando alguém me perguntar a profissão, vou poder dizer: piloto!

Desempregado, mas piloto! :-)

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Piloto Comercial Checado

Olá pessoal!

Hoje fiz o voo de cheque do PC.

Como estávamos sem checador no Aeroclube, veio um Tenente Coronel da Base Aérea de Canoas.

O voo foi bem difícil, em condições IFR reais e chuva em quase todo o percurso.

Consegui a habilitação de piloto comercial, só não consegui o IFR, pois cometi uns erros e o checador disse para eu fazer outro cheque. Ele reclamou muito dos instrumentos da aeronave que não são muito precisos e disse que eu fui prejudicado por isso.

Pelo menos agora poderei dar prosseguimento ao treinamento de INVA, pois eu estav dois meses parado por estar sem fazer o voo de cheque.

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Fuselagem do Tesla montada

Olá pessoal!

Acabei de montar toda a eletrônica na fuselagem do Tesla.

Está pesando 700g.

Só falta a asa agora. Para fazê-la vou fazer um cortador de poliestireno nos próximos dias.

Abraços!



quinta-feira, 27 de maio de 2010

Detalhes do plug do Tesla

Olá pessoal!

Recebi alguns pedidos para explicar melhor como fiz o plug para o planador Tesla.

O plug é idêntico à peça que será fabricada. É também chamado de positivo, sendo o molde o negativo.

Existem diversas maneiras de fazer o plug. Tudo vai depender do acesso às ferramentas que a pessoa tem e da qualidade final desejada. Por exemplo, quem tem acesso ao uma fresa CNC, pode desenhar no computador e depois deixar a máquina fazer o serviço.

Mostrarei aqui uma maneira bem mais caseira, mas algumas ferramentas são necessárias.

Já fiz plug de poliestireno (isopor) e cobri com tecido de fibra de vidro, mas não gostei do resultado. Uma maneira prática é usar algo bem rígido para servir de eixo longitudinal da fuselagem e construir as cavernas ao longo desse eixo.

No caso mostrado aqui, vamos fazer o plug do Tesla, um motoplanador que eu projetei. Usei uma chapa de madeira de pinus, daquelas usadas para fazer forros. Bem barata e fácil de achar. Além disso, ele não é muito dura para lixar e cortar.

Eu havia feito o desenho do perfil da fuselagem no papel e passei para a madeira. Cortei com uma serra tico-tico e lixei para tirar as rebarbas. É importante que a madeira não esteja torta.

Já usei o CAD para fazer o desenho das cavernas, mas dessa vez, o projeto foi feito todo desenhando à mão. Então achei mais fácil colar pequenos blocos de madeira balsa em pontos chave e colei duas tiras finas de balsa no eixo longitudinal. A partir disso, pude começar a fazer cada caverna.

Antes de cortar a madeira balsa para fazer as cavernas, eu fiz um desenho num papel e verificava se ele se encaixava. É importante ter várias cavernas ao longo da fuselagem para ter bastante pontos de apoio para as tiras de balsa que serão coladas depois. Muitas horas de lixa serão necessárias e se as madeiras não estiverem bem apoiadas, o plug ficará muito frágil.

Depois de todas as cavernas serem coladas, vem a parte mais importante, que é cobrir tudo com estreitas tiras de madeira balsa, coladas lado a lado. Essa técnica é chamada strip planking, a mesma usada para fazer canoas e barcos. Eu sempre uso CA para fixar as tiras e depois passo bastante cola de PVA, que é aquela cola branca para madeira e atividades escolares. O encaixe das tiras não vai ficar perfeito, então a cola cobre as frestas. Além disso, dá uma boa rigidez à peça.

A partir de agora começa o verdadeiro trabalho, que é dar acabamento à peça. Os excessos de madeira devem ser bem lixados com uma lixa de granulação grossa, como a 100 ou 120. Posteriormente pode-se reduzir a granulação.

Deve-se tomar muito cuidado no processo de lixamento, pois algumas partes podem ficar tão finas ao ponto de se romperem. Por isso considero o próximo passo muito importante.

Para deixar a peça bem resistente, aplico uma camada de tecido fio de fibra de vidro com resina epóxi. Isso vai fazer com que os possíveis pontos fracos da madeira não se rompam, além de preparar uma boa base para o acabamento com massa e fundo.

Tentar fazer o acabamento diretamente sobre a madeira não é bom, pois a madeira altera muito a sua forma de acordo com a umidade e a temperatura. Por exemplo, lixar com lixa d’água nem pensar.

No caso do Tesla, resolvi fazer encaixe para as asas. Então, em cada lado da fuselagem, colei uma nervura. O preenchimento entre a nervura e a fuselagem foi feito com massa de poliéster e madeira. Como o ângulo de incidência é muito importante no avião, deve-se tomar extremo cuidado na construção. Eu usei um nível laser para deixar as nervuras com 0 grau de incidência.

Primeiro, alinhei o laser com o eixo longitudinal e medi a altura em relação à mesa nos dois extremos. Fui baixando o laser, tomando o cuidado de deixá-lo paralelo ao eixo longitudinal, até chegar à linha da corda da asa.

A fase do acabamento é bem longa e pode demorar dias, pois é preciso esperar a massa e o fundo secarem antes de lixar e serão necessárias várias aplicações.

Inicialmente, uso massa de poliéster, que seca bem rápido e é muito fácil de lixar. Ela tem um poder de preenchimento muito bom e pode cobrir com facilidade grandes depressões. Para os pequenos ajustes, massa rápida é mais indicada, pois seca muito rápido e é bem barata.

Aqui uma observação muito importante: use fundo PU.

Em uma ocasião pintei o plug com tinta sintética e o gelcoat que é usado para fazer o molde reagiu com a tinta e perdi todo o trabalho de algumas semanas. O fundo PU é muito mais resistente. Nem precisa usar tinta para pintar o plug, apenas fundo é o suficiente.

O canopy vai ter um molde próprio no caso do Tesla, então um trabalho extra foi necessário. Assim que o acabamento da fuselagem ficou pronto, determinei bem o eixo longitudinal usando novamente o laser e a partir dele, desenhei o formato do canopy usando caneta de quadro branco. Ela é uma boa opção, pois pode ser apagada com álcool.

O isolamento foi feito com fita crepe para determinar o formato do canopy. Por cima da fita, colei tiras de balsa para servirem como uma parede de contenção do gelcoat.

Depois foi só aplicar o gelcoat e a resina de poliéster. Esse processo será explicado em detalhes no próximo tutorial.

Por fim, o local onde vai ficar o canopy foi cortado e depois fechado. Todo o processo de acabamento precisou ser feito de novo.

O ressalto no local do canopy vai servir para segurar o gelcoat na construção do molde. Na verdade, ele vai se tornar um buraco no molde e não precisa de um bom acabamento na parte superior.

Depois da última camada de fundo, tudo foi lixado com lixa d’água 600 e depois 2000. Assim o plug ficou bem liso e pronto para a construção do molde.

Segue a sequência de fotos:





















terça-feira, 25 de maio de 2010

Fuselagem do Tesla pronta

Olá pessoal!

Fiz a primeira fuselagem do Tesla. Hoje fiz a pintura dela.

Na postagem anterior eu falei sobre o molde.

Agora posto algumas fotos de como ficou.

Ficou melhor que eu esperava.

Agora só falta fazer as asas e montar tudo.

Depois de pronto, postarei aqui de novo.

Se ele voar bem e tiver demanda, pretendo vender algumas fuselagens.

Vejam as fotos:



sexta-feira, 14 de maio de 2010

Molde do Tesla pronto

Olá pessoal!

Estou muito feliz em mostrar o resultado desse último mês
de trabalho.

Depois de pesquisar sobre fibras e errar bastante durante um ano,
finalmente consegui fazer um molde que ficou bem feito.

Estou preparando o material para montar um tutorial.

O modelo é o Tesla, um projeto próprio de um motoplanador.

Pude fazer esse com calma e com espaço para trabalhar.

Usei também o laser para fazer os alinhamentos.

Gostaria de agradecer aos amigos pela ajuda e incentivo.

Vejam algumas fotos!







terça-feira, 2 de março de 2010

Decisões

Olá pessoal!

Já faz dois meses que não posto nada aqui. O motivo é simples: falta de tempo.

Ultimamente está tudo muito corrido, pois estou indo muito para Blumenau voar as horas necessárias para ser piloto de avião. Ao mesmo tempo, tenho o trabalho por aqui em Joinville.

Hoje combinei com a empresa que março será o meu último mês lá. Vou voltar a morar com os meus pais em Brusque. Assim terei menos gasto e estarei mais perto do Aeroclube.

Vou sentir falta de Joinville, mas essas decisões precisam ser tomadas.

Agora é se dedicar à aviação e fazer as mil horas de voo.

Também vai sobrar um tempinho pro aeromodelismo, daí volto a postar aqui. :-)